Unmerge and replicate no LibreOffice Calc

Option VBASupport 1
Option Compatible

Sub UnMergeFill()
 
 Dim cell As Range, joinedCells As Range
 
 For Each cell In ThisWorkbook.ActiveSheet.UsedRange
 If cell.MergeCells Then
 Set joinedCells = cell.MergeArea
 cell.MergeCells = False
 joinedCells.Value = cell.Value
 End If
 Next

End Sub

A Vaquinha no Precipício

Um sábio passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita.

Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e as oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos.

Chegando ao sítio constatou a pobreza do lugar. A casa era de madeira, faltava calçamento e os moradores, um casal e três filhos, trajavam roupas rasgadas e sujas.

Ele se aproximou do pai daquela família e lhe perguntou:

“Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Então, como o senhor e a sua família sobrevivem aqui?”

O senhor calmamente lhe respondeu:

“Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros de alimentos e com a outra parte nós produzimos queijo, coalhada e outros produtos para nosso consumo. Assim, vamos sobrevivendo”.

O sábio agradeceu a informação, contemplou o lugar por alguns momentos, despediu-se e partiu. No meio do caminho, voltou ao seu fiel discípulo e ordenou:

“Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali na frente e a empurre, jogando-a lá embaixo”.

O jovem arregalou os olhos espantando e questionou o mestre sobre o fato de a vaquinha ser o único meio de sobrevivência daquela família. Mas, como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer.

Aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem durante alguns anos e um belo dia ele resolveu largar tudo o que havia aprendido e voltar naquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los.

Assim fez e quando se aproximava do local avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado imaginando que aquela pobre família tivera que vender o sítio para sobreviver.

Chegando no local, foi recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava há uns quatro anos, ao que o caseiro respondeu:

“Continuam morando aqui”.

Espantado, ao encontrar os familiares, viu que se tratava das mesmas pessoas que visitara com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao dono:

“Como o senhor melhorou este sítio e está tão bem de vida?”

E o senhor entusiasmado lhe respondeu:

“Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daquele dia em diante tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos. Assim, alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora”.

Autor Desconhecido

Habilitando hiberanção no seu computador com Ubuntu

Durante algum tempo tenho utilizado a função “suspend” do meu ultrabook samsung, pois o “hibernate” não estava disponível.

Suspender é interessante, pois retoma rapidamente ao ponto que você estava, porém há um consumo de energia, mesmo que pequeno. Após algumas horas, aquele restinho de bateria pode ir embora.

Hibernar é mais interessante. Por mais que entrar e sair deste modo demore alguns segundos a mais, o consumo de bateria é zero.

Porém, esta opção não estava disponível nas últimas instalações, e até então deixei passar batido. Resolvi fazer uma pesquisa hoje e descobri que é possível habilitar este modo no meu dispositivo.

Seguindo as instruções do site http://askubuntu.com/questions/94754/how-to-enable-hibernation, executei o comando pm-hibernate como root. Nada aconteceu. Observando o log, percebi que o swap desativado fez diferença. Descomentei a linha referente a ele no fstab e executei swapon -a. Testei novamente, e voi-lá: o bichinho hibernou. Liguei novamente, e ele voltou, são e salvo.

Continuei seguindo as instruções do site, que basicamente instrui a alterar um arquivo de configuração do Unity e reiniciar o serviço do painel, para que a opção aparecesse no menu. Fiz e deu certo!

Estou feliz por ter de novo essa função disponível. Espero que seja útil para mais pessoas.

Atalhos úteis – Ubuntu / Unity

  • Abrir um terminal (Ctrl+Alt+T)

Como renomear arquivos no linux

O comando abaixo transforma para minúsculo, e converte espaços por traço.
$ touch 'A B'
$ rename 'tr/ A-Z/-a-z/' -- *
$ ls
a-b

Teste de post no facebook

Isto é apenas um teste de post no facebook!

Gerenciando a pasta Camera Uploads do Dropbox

# criar pastas de 2011 a 2013, de janeiro a dezembro
$ for ano in `seq 2011 2013`; do for mes in `seq -f “%02g” 01 12`; do echo $ano-$mes; mkdir -p $ano/$mes; done; done

# movendo os arquivos para suas respectivas pastas, de acordo com o padrão de nome de arquivos
$ for ano in `seq 2011 2013`; do for mes in `seq -f “%02g” 01 12`; do echo $ano-$mes; mv $ano-$mes*jpg $ano/$mes/; done; done

Gerenciando swap no linux

Hoje estava percebendo meu sistema lento, demorando pra carregar, e cpu e memória estavam ociosos. Mas observei que o swap em disco estava com quase 1Gb. Decidi otimizar o swap em disco.

Por padrão, o Ubuntu 12.04 começa a fazer swap quando a utilização da memória passa de 60%. Não achei razoável, e configurei para que isso só ocorra quando a utilização superar os 90%!

Primeiro fiz isso na sessão corrente:
$ sudo sysctl vm.swappiness=10

Depois adicionei no arquivo /etc/sysctl.conf a entrada vm.swappiness=10, para que esta configuração continue valendo na próxima inicialização.

Referência: http://askubuntu.com/questions/103242/is-it-safe-to-turn-swap-off-permanently

Acer Aspire One 722 versus Ubuntu 12.04 LTS

Resultado? Ubuntu venceu, com a ajuda da comunidade.

Após a instalação, tudo funcionava muito bem, quando começaram a ocorrer travamentos aleatórios, sem deixar muita pista sobre o que estava causando esses erros.

Comecei a observar, e parecia que tinha relação com a rede sem fio. Assim, fui ao Oráculo (aka Google), e voi-lá:

http://delightlylinux.wordpress.com/2012/05/02/ubuntu-12-04-and-the-aspire-one-722/

A solução? A mais tosca e improvável possível: colocar o dispositivo de rede com prioritário na hora do boot! E o mais incrível é que funcionou!

Agora estou aqui, com o netbook funcionando bem, sem travar. Vai entender…

Instalando Gnome 3 no Ubuntu 12.04

Seguindo a linha “um lugar para encontrar o que procuro”, esse post mostra como instalar o Gnome 3 no Ubuntu 12.04.

Encontrei essa informação em:

http://www.filiwiese.com/installing-gnome-on-ubuntu-12-04-precise-pangolin/

E é algo bem simples e direto: sudo add-apt-repository ppa:gnome3-team/gnome3
sudo apt-get update
sudo apt-get install gnome-shell

E voi-la: 27Mb depois, instalado. O restante do artigo também indica algumas extensões que podem ser interessantes.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 719 outros seguidores